Por quase 2 mil anos, a Igreja responsabilizou a entidade sobrenatural conhecida como Diabo por trazer o pecado e a perversidade ao mundo. Durante esse período, o Diabo foi retratado como um protagonista constante do mal, embora sua origem permaneça um mistério e sua personalidade tenha passado por muitas mudanças interpretativas.O Diabo Revelado pretende examinar esse processo de desenvolvimento figurativo em detalhes, seguindo a história sinistra do Diabo como uma biografia, desde sua apresentação nas Escrituras até os atuais cultos satanistas sombrios. Com a perspectiva do raciocínio em voga é difícil compreender a natureza desse pensamento supersticioso no mundo atual. Mas, enquanto persiste uma crença comum em Deus, está a apenas um pequeno passo de aceitar o Diabo como personificação do mal. Deste modo, levantam-se muitas questões: Se Deus é a fonte de todo o bem e todo-poderoso, por que e como o mal existe? Se Deus criou tudo, então de onde veio o Diabo? Se o Diabo existe, por que ele não aparece em nenhum documento pré-cristão? Quem ou quais eram os demônios? Eles foram um produto inventado da teologia cristã ou se originaram na demonologia de antigamente? O Diabo Revelado traça a história de suas raízes na Mesopotâmia e no Antigo Testamento até o mundo moderno atual. Percorrendo o Novo Testamento, o Alcorão, as Inquisições, a Reforma e o Iluminismo, ele desmascara o “mito do mal e a conspiração de Satanás”. Em uma progressão cronológica rigorosa, sentimos a atmosfera de cada era sucessiva e testemunhamos a manipulação constante da imagem do Diabo como convinha às exigências inconstantes de seus promotores em sua proposta de controle eclesiástico movido a ameaça.

 

Autor: Laurence Gardner

Páginas: 352

Tamanho: 16 x 23

Diabo Revelado , O

R$49,90
Diabo Revelado , O R$49,90
Entregas para o CEP:

Meios de envio

Por quase 2 mil anos, a Igreja responsabilizou a entidade sobrenatural conhecida como Diabo por trazer o pecado e a perversidade ao mundo. Durante esse período, o Diabo foi retratado como um protagonista constante do mal, embora sua origem permaneça um mistério e sua personalidade tenha passado por muitas mudanças interpretativas.O Diabo Revelado pretende examinar esse processo de desenvolvimento figurativo em detalhes, seguindo a história sinistra do Diabo como uma biografia, desde sua apresentação nas Escrituras até os atuais cultos satanistas sombrios. Com a perspectiva do raciocínio em voga é difícil compreender a natureza desse pensamento supersticioso no mundo atual. Mas, enquanto persiste uma crença comum em Deus, está a apenas um pequeno passo de aceitar o Diabo como personificação do mal. Deste modo, levantam-se muitas questões: Se Deus é a fonte de todo o bem e todo-poderoso, por que e como o mal existe? Se Deus criou tudo, então de onde veio o Diabo? Se o Diabo existe, por que ele não aparece em nenhum documento pré-cristão? Quem ou quais eram os demônios? Eles foram um produto inventado da teologia cristã ou se originaram na demonologia de antigamente? O Diabo Revelado traça a história de suas raízes na Mesopotâmia e no Antigo Testamento até o mundo moderno atual. Percorrendo o Novo Testamento, o Alcorão, as Inquisições, a Reforma e o Iluminismo, ele desmascara o “mito do mal e a conspiração de Satanás”. Em uma progressão cronológica rigorosa, sentimos a atmosfera de cada era sucessiva e testemunhamos a manipulação constante da imagem do Diabo como convinha às exigências inconstantes de seus promotores em sua proposta de controle eclesiástico movido a ameaça.

 

Autor: Laurence Gardner

Páginas: 352

Tamanho: 16 x 23