Nanã Buruquê, a mais velha das iabás, não costuma ser cultuada em todos os terreiros, sendo até temida por alguns umbandistas. Nesta obra, os leitores poderão apreciar essa Mãe Divina como parte de Olorum, o Divino Criador, um recurso evolutivo com sua ação decantadora, propiciadora de calma, silêncio, sabedoria, misericórdia, evolução e cura. As autoras buscaram desvendar alguns dos grandiosos mistérios dessa Mãe Orixá associada à velhice, com muita parcimônia, cerimonialidade e respeito. Abordaram a relação dessa divindade de Olorum com a natureza e com o corpo humano, sua hereditariedade, os Guias Espirituais nessa irradiação, a reatividade do mistério Nanã Buruquê, o saber ancestral, a transcendência, a memória, suas hierarquias, como ativá-las e ofenda-las e muitos outros fundamentos. Que com esta obra os leitores possam entender Mãe Nanã como a grande avó amorosa e calma, sábia, simples e misericordiosa, que nos ampara nas transições, com serenidade e sabedoria e a amem com muito respeito. Que possam dar à Nanã e às sutilezas de seus mistérios a atenção, a importância e a reverência que ela merece. Saluba Nanã!


Autores Cris Egidio e Lurdes de Campos Vieira
Paginas 216

Livro Nanã Buruquê - A Guardiã Do Saber Ancestral

R$49,90 R$45,90
Livro Nanã Buruquê - A Guardiã Do Saber Ancestral R$45,90
Entregas para o CEP:

Meios de envio

Nanã Buruquê, a mais velha das iabás, não costuma ser cultuada em todos os terreiros, sendo até temida por alguns umbandistas. Nesta obra, os leitores poderão apreciar essa Mãe Divina como parte de Olorum, o Divino Criador, um recurso evolutivo com sua ação decantadora, propiciadora de calma, silêncio, sabedoria, misericórdia, evolução e cura. As autoras buscaram desvendar alguns dos grandiosos mistérios dessa Mãe Orixá associada à velhice, com muita parcimônia, cerimonialidade e respeito. Abordaram a relação dessa divindade de Olorum com a natureza e com o corpo humano, sua hereditariedade, os Guias Espirituais nessa irradiação, a reatividade do mistério Nanã Buruquê, o saber ancestral, a transcendência, a memória, suas hierarquias, como ativá-las e ofenda-las e muitos outros fundamentos. Que com esta obra os leitores possam entender Mãe Nanã como a grande avó amorosa e calma, sábia, simples e misericordiosa, que nos ampara nas transições, com serenidade e sabedoria e a amem com muito respeito. Que possam dar à Nanã e às sutilezas de seus mistérios a atenção, a importância e a reverência que ela merece. Saluba Nanã!


Autores Cris Egidio e Lurdes de Campos Vieira
Paginas 216